Assim fica dificil ser feliz… Mais um ataque na Paulista!

Eu não tenho nada pra comentar mais. Sinceramente, cansei.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

17 Responses to Assim fica dificil ser feliz… Mais um ataque na Paulista!

  1. FOXX says:

    eu não consigo não pensar em: qndo vai acontecer comigo?

  2. Papai Urso do Interi says:

    Na real, a homofobia tá OUT OF CONTROL, quase como tava o tráfico nos morros do Rio antes da pacificação, o Ministério de Segurança Pública e outros setores do governo federal deviam criar uma comissão urgente p/ frear esses ataques cada dia mais audaciosos… Desde quando ser gay é sinal verde p/ ser espancado e morto? Cadê as campanhas educativas, os direitos humanos, as ONGs… Existem só p/ discutir racismo e violência contra mulher, por acaso? Mas e quanto a nós que pagamos o mesmo tanto de impostos? Trabalhamos com a mesma dignidade de um hetero e não temos direito à segurança, a liberdade de expressão e agora nem mesmo podemos circular em vias públicas? E sobre O DIREITO de ir e vir que assiste a todos os cidadãos de bem? Isso dói como ferida aberta porque só se repete cada dia mais e mais, ninguém parece se sensibilizar, meu Deus é cruel demais isso tudo… Já é extermínio, estamos todos sitiados, julgados, condenados e sentenciados à morte por ser gay! Será que políticos, ministros, advogados, delegados e juízes não tem gays na família? Até quando só apanhar e morrer vai ser a lei implícita para cada homo deste país?

  3. Cara Comum says:

    Pois é… Tá difícil essa onda de notícias sobre ataques… Mas quem sabe assim essa bendita PLC 122/2006 não sai? É a gente botar pressão pra isso acontecer pq argumentos e fatos não nos faltam…

  4. Pink says:

    Lamentável esse episódio, mas não desanime da sua luta. Para ir de um lugar a outro há que se percorrer um caminho e nem sempre ele estará coberto por flores… BeijosSalete Cattae

  5. Carlos Cunha Neto says:

    Oooo seu viado, você acha que quantas pessoas são mortas ou sofrem violencias como esta todos os dias????Vocês querem um pais sem violência?Eu também, então seu merda para de quere ser especial.Ou você acha que mora na lua, vocês assim como qualquer outra pessoa são vitimas, mas por que tanto ibope?A violência está em todo lugar para com todas as pessoas, se formos compar o numero de homossexuais mortos com o numero de heteros, fazendo uma conta de 10% da população gay(isto segundo vcs) vocês estão bem melhor que nós, seu merda….

  6. Papai Gay says:

    Caerlos Cuna Neto viado inrustido, como vai? Você não me ofende me chamando de viado. Mas a sua burrice sim, me ofende. Não me venha falar que heteros sofrem mais violência porque isso é óbvio demais. Quanto à sua citação de que se levarmos em consideração que os gays são 10% da população vocês estariam levando a pior, eu quero provas, quero a estatística! Só mais uma coisinha, seu burro, não existe hetero sendo agredido por gays por serem heteros, são agredidos por vários motivos, mas nunca pela sua opção sexual, entendeu agora? IMBECIL!

  7. wonderfulcauseiam says:

    Papai Gay, nem sei porque dás audiência a esse tipo de gente aqui no seu blog… Enfim, por mais que os ataques estejam se alastrando e isso seja muito ruim, eu vejo tudo isso um tanto quanto feliz. Estamos ganhando visibilidade na mídia. Quem sabe isso não ajuda a empurrar a PLC 122 desfiladeiro abaixo pra que ela possa deslanchar de vez?Abbraccio.

  8. Anonymous says:

    Bom…pelo menos n sou soh eu que fico extramamente chateado com a situação e com um pouco de medo tb…moro aki em sampa e tenho 20 anos,frequento pouco baladas do genero,mas fico apreenssivo de qq forma…afff como as pessoas podem ser tão CRUÉIS e COVARDES?????Rogério- rogerio_motads@hotmail.com

  9. Ricardo Aguieiras says:

    Pois é… e eu acabo acreditando que os próprios gays não querem que a PL 122 seja aprovada, já que eu, ontem, fui a dezenas e dezenas de blogs, fui em listas virtuais e etc. , pedindo encarecidamente para as pessoas votarem a favor da PL na enquete que o Conselho Regional de Psicologia de Santa Catarina está fazendo, deixei o link e etc. No entanto,estamos perdendo feio para quem é contra a lei que criminaliza a homofobia, quase em mil votos.Seria mais uma forma de mostrarmos à sociedade que estamos totalmente insatisfeitos com esse horror. Mas, acho que as bichas só votam quando é para manter ou tirar alguém do BBB ou algo parecido.Gay tem que andar armado. Ponto. Não há outra saída. Andar armado e aprender artes marciais. Legitima defesa! Não para atacar, mas para ficar vivo. Faz dez anos que o Édson Néris morreu assassinado na Praça da República, em 06 de fevereiro de 2000, por 22 neonazistas que hoje estão soltos por aí, passeando e vivendo, coisa que ele não pode fazer mais, por que era gay.E o que mudou?? nada! A homofobia só recrudesceu…. temos que andar armados! Outra saída é pedir asilo político para países que respeitem os Direitos Humanos e os Direitos das minorias. Isso , sim, chamaria a atenção , já que o Brasil morre de medo de sua imagem no exterior ser maculada.Quanto a esse medíocre fascista do "Carlos Cunha Neto", sugiro que seja moderado. Faz parte daquelas bichas más, que adoram neonazistas e glorificam seus algozes. Ricardoaguieiras2002@yahoo.com.br

  10. Leandro says:

    Não desanime não, porque é justamente isso que os homofóbicos querem! Quanto mais atacarem, mais reagiremos! Quanto mais ódio espalharem, mais palavras de amor, democracia, justiça e verdade entoaremos! Quanto mais eles se reunirem para nos atacar covardemente, mais nos associaremos em ONGs, grupos, sociedades, etc! O ódio e a intolerância não são de todo mal: servem para criar anti-corpos, para mostrar a todos quem são as pessoas erradas (que ofendem, xingam, humilham, como o infeliz do post homofóbico neste comentário) e quem são as pessoas que lutam por justiça, igualdade e por um mundo melhor!

  11. Diego says:

    Oii!Parabens!Gostei muito do seu blog. Muito mesmo. Apreciei!Saibas que tbm fico magoado com esses acontecimentos, já até me revoltei. hoje sou um cara mais agressivo com homofóbicos. Retribuo a violencia. Não penso 2 vezes. Acho que as vitimas deveriam agir diferente não acha? Com bandido ninguem meche, com gays tbm deveriam ser da mesma forma.

  12. Cocada.g says:

    Agora eu volto no tempo no inicio do ano a veja publicou aquela reportagem sobre jovens gays e o futuro. Fazendo entender que o Brasil já era um país em que ser homossexual se tornara normal. Bom quero saber o que tem de normal ser atacado violentamente em plena avenida! abraços!

  13. J.e.L says:

    Olá,Primeira vez que passo por aqui. Adorei seu blog, e seu posicionamento.Acredito que só haverá dignidade quando esses hipócritas pararem de julgar os outros pelo simples fato de alguém deitar-se com uma pessoa do mesmo sexo.bjos

  14. Vine says:

    Nossa o mundo esta indo de mal a pior… só Deus pra compreender essas pessoas e eu tbm !Fico indeciso se o melhor é morrer ou lutar… afinal parece q os gays não tem força nenhuma pra mim.Mas não sou covarde vou lutar ate o fim, pra mostrar pra todos q não sou gay pq quero e não estou possuido de nenhuma pombagiria e cia.Apenas Deus me fez assim, demorei pra perceber isto. Eu so queria ser feliz, mas ao invés disso estou aterrorizado.. simplesmente pq eu existo! Alias Carlos Cunha Neto vai se fuder ninguém precisa da sua opinião!

  15. Diogo Didier says:

    AMIGO, DESCULPE NÃO COMENTAR O SEU POST, MAS PRECISO QUE VOCÊ DÊ A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA UM POST DO MEU BLOG.É MUUUUUUUUUUIIIIIIITO IMPORTANTE!http://serfelizeserlivre.blogspot.com/2010/12/2010-o-ano-dos-gays-o-ano-da-homofobia.htmlBJOXXXXXXXXXXXXXXX E OBRIGADO

  16. Marcos says:

    Concordo com muitos comentários, porém fica a questão dos “AMIGOS” que estavam com o rapaz na hora da agressão. Não consigo compreender o fato de que o agressor que deu a lâmpada na ‘cara’ do rapaz não levou NENHUM soco, ou ao menos nenhuma tentativa de revidar por parte dos outros dois rapazes que estavam acompanhando a vítima.
    Com amigos assim…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *