Recuperado de tanta indignação, ligo a TV e tudo recomeça.

Fiquei tão puto com esses ataques homofóbicos, me sentindo tão impotente, pequeno e inútil que precisei de um tempo para reflexão. Bom, vamos lá. O que será que está acontecendo com o inconciente coletivo do brasileiro? Até que ponto essas ações de intolerância são frutos de atitudes sociais, e que parte disso podemos culpar o instinto de destruição do ser humano? Será um movimento grupal, bairrista, municipal ou nacional? Claro, só posso fazer suposições. “Achismos”…

Portanto, “eu acho” que esse ódio todo é algo nacional. O país todo, em sua maioria, resolveu “bullyar” os gays. O tempo todo, em todas as midias. Não dá mais para ficar imparcial, fingir que não está acontecendo, tentar driblar a situação. Estamos emparedados. No paredão, MESMO! Para fuzilamento. Um assassinato, inclusive, moral. Ontem mesmo, estava vendo TV (não sei porquê insisto em fazer isso) no canal da MTV, estava no ar o debate MTV com Lobão, um travesti doutor em sei lá o que, um gay sem timbre vocal forte o suficiente para se impor, e um homofóbico, sei lá de onde, fazendo, sei lá o que no programa. Mas, o que importa é que este homofóbico simbolizava bem o tema do programa. Que era: Os gays têm que ter direitos específicos? Só o título do debate, como bem disse Lobão, já era tendencioso. Deveria ser: Os gays precisam de direitos IGUAIS? Puta que me pariu, se o próprio apresentador diz que o tema estava sendo abordado de uma forma tendenciosa, já do título, como pode o público reagir diferente? Bom, o  pior disso tudo foram as falas desse homofóbico. Além de todas que já rebati aqui antes, tipo bíblia, ou que todo mundo sofre violência, não interessa a sexualidade, este cara veio com uma nova: O índice de violência maior entre os homossexuais é o praticado entre os próprios gays. Não faço a menor ideia se isso é verdade, mas como todo homofóbico fala sem parar, na maioria das vezes, com aquele timbre de voz bem másculo que se sobrepõe a todos os outros, o publico deve ter comprado essa ideia. E tem mais, ele fala que sofremos essa violência por estarmos na rua em horários perigosos e locais idem! Ainda falou de facadas, que de certa forma é verdade, não sei porquê, mas muitos gays morrem esfaqueados, ou morriam, nos anos 80.

Continuando com meu “achismo”… Eu acho o seguinte: Se existe um nível elevado desse tipo de violência, ela é, geralmente, cometida por garotos de programas, que na sua maioria são heteros e precisam fazer esse tipo de “serviço” para sobreviver. Como sua natureza é avessa ao contato homossexual, uma repulsa ao objeto ( no caso o gay) que lhe injeta tal sentimento se forma, e com o passar do tempo isso vai sendo alimentado pelo ódio que culmina em tragédia. Claro, existe os que simplesmente nasceram ruins e matam por total falta de capacidade de sentir culpa. Existe de tudo, né? Agora, chegar em um canal de TV e falar que os gays é que estão se matando é DEMAIS! Essa realmente foi a gota d’água para eu desligar a TV e ir dormir.

Destaquei este programa, como poderia ter falado de qualquer outro dos que, diariamente, resolveram abordar o assunto. Apesar de achar ótimo essa falação toda sobre o tema, estou assustado. Aliás, estou assim desde o dia que me deparei com tanta mensagem de ódio virtual espalhada na net  dirigida aos homossexuais na época do BBB10 e o fenômeno “Dourado“. A partir dali fiz várias previsões. Entre elas, a de que teria sido dada a partida à uma caça aos gays, sem precedente neste país. A força da Globo não pode jamais ser subestimada na formação do caráter da população de baixa renda, média e até mesmo de alta, melhor mesmo é falar de influência sobre as mentes fracas brasileiras, pois para isso não precisamos analisar status social. Um povo sem educação, religioso e de baixa renda, em sua maioria, é facilmente manipulado. Eu me pergunto, apenas, qual a razão de se querer manipular tanta gente para esse fim? Os religiosos eu até entendo. Usam o medo como arma. O medo que todo hetero BURRO tem que seu filho seja gay. Prometem a salvação e todos embarcam. Gays= inimigos, Padres e Pastores = salvação. Mas, e o resto? O que os move?

Respondendo às minhas proprias indagações do primeiro parágrafo, “acho” que tudo começa com as frustrações individuais. A falta de coragem de viver plenamente seus desejos. Todo mundo passa por escolhas fundamentais em suas vidas que determinam se serão adultos bem resolvidos. Acredito que todos que se incomodam com a liberdade (como bem disse Arnaldo Jabor no video ao lado) que os gays têm por terem feito as escolhas certas para suas vidas- estarem vivendo de forma plena sua sexualidade- estão propícios a nos odiar. Essas “pessoas-zumbis” acabam encontrando outras “pessoas-zumbis” e se sentem melhor. Descobrem que  não são os únicos frustrados e criam uma rede de relacionamentos zumbis, cegos e manipulados. São esses os nossos inimigos. Um bando de gente-zumbi, teleguiados e frustrados. Vai ser dificil a briga, mas temos outra escolha? A internet pode nos ajudar a criar, também, essa rede de relacionamento a nosso favor. Vamos repensar nossa dedicação total a sites de sexo e reservar um espacinho para nossa cidadania. Sou totalmente a favor de sexo, viu? Mas, acho que dá pra fazer as duas coisas, afinal, bicha burra nasce hetero, né?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
This entry was posted in anti dourado, BBB10, couti, covarde, crime, homofobia, igreja, justiça, mau, Pensamentos, preconceito, violencia. Bookmark the permalink.

17 Responses to Recuperado de tanta indignação, ligo a TV e tudo recomeça.

  1. Evandro Oliveira says:

    Achei excelentes suas considerações. Infelizmente vivemos em um país onde sábado a noite somos achincalhados no programa de humor da tv mais poderosa do Brasil. Somos expostos como figuras estereotipadas para fazer um humor negro e gerar mais preconceito.Excelente o vídeo do Jabor.Parabéns pelo blog. http://www.sabordaletra.blogspot.com

    • Ludo Final says:

      O que mais vejo por aí no dia a dia são gays próximos dos estereótipos. Claro que nem todos, mas muitos. Muita inocência sua chamar Zorra Total de programa de humor. Um dia talvez tenha até sido um pouco engraçado na época que combinava piadas prontas de revistinha, mas faz tempo.

  2. Cara Comum says:

    Concordo com a proposição: quando a gente se une, a coisa tende a dar certo!

  3. Ricardo Aguieiras says:

    PAPAI GAY,Mais um excelente post, principalmente por que eu vejo muito pouco tv.Tinha até certa admiração pelo Lobão, mas acho podre esse tipo de jornalismo/programa que coloca frante a frente um homofóbico e um gay assumido, raramente temos ganhos nessa. Deveríamos é repudiar para todo o sempre tais programas.Usam o gay para dar ibope, apenas.A maioria dos militantes LGBT acha minhas propostas de luta inviáveis e esdruxulas, poré eu insisto:a) Gays tem que ardar armados. É legitima defesa. Ponto. E forçaria a aprovação da PL 122, além de denunciar esse Estado falido que nada faz pelos LGBT's e contra a homofobia.b) Deveríamos nos unir e pedir asilo político nas embaixadas de países que respeitam Direitos Humanos. Pedidos em massa, acompanhados de documentos do GGB – Grupo Gay da Bahia e da Anistia Internacional ajudariam também a mostrar ao exterior a real situação brasileira e o gravíssimo quadro da homofobia. Governantes e poderosos morrem de medo da imagem lá fora e isso também ajudaria na aprovação de eis em nosso favor.c) Greve de fome: Gays deveriam, às vésperas do julgamento da PL 122 no Senado, iniciarem uma grave de fome que só terminaria com a aprovação da Lei. Isso mobilizaria a mídia em nosso favor.d) O Modelo "Paradas" esgotou nas metrópoles. Só tem alguma validade no interior do país, onde ainda se precisa muito do quesito "visibilidade". Agora, precisamos de atos relâmpagos, sem partidos ou "lideres" aproveitadores, panfletagens e etc. denunciando a homofobia. não depender mais de partidos ou de políticos sorridentes , igualmente apenas interessados em posarem de "muderno" ou em votos. Somos minoria e temos que ter isso em mente. Mas, da mesma maneira temos que ter em mente que uma democracia só é válida se respeita suas minorias.Enfim, apesar de eu ter ficado contente com algumas manifestações em Sampa após os ataques na Paulista, continuo achando que a militância não faz coisas que deveria: Por exemplo, o porteiro do prédio número 777 da Paulista SALVOU a vida dos rapazes gays, correndo para ajudar e acionando o socorro e a polícia. Pergunta se alguém foi lá agradecer? A militância tem que parar de olhar pro umbigo e ser mais grata às pessoas que ajudam, esse porteiro foi um verdadeiro herói. Nem ouviu um obrigado da gente. Triste, né? Fazer uma passeata levando flores e panetones ( por que, não? ) para esse herói chamaria a atenção da mídia e mostraria que sabemos reconhecer o que é bom e justo, estimularia outras pessoas a ajudar num futuro ataque. Mas… não fazem.Não há justiça no Brasil! Vide, ontem , as penas "alternativas" e absurdas, levíssimas dos PM's envolvidos no assassinato do líder do Afrorregae, para mim cúmplices evidentes de assassinato. Os rapazes fascistas que atacaram na Paulista receberam uma multa levíssima de l5 mil reais cada, divulgada ontem. Ou seja, uma vida vale só l5 mil reais??? Tentaram matar…Nada mais conseguiremos se insistirmos nos meios políticos que estamos usando. Isso tem que mudar e inovar.Obrigado,Ricardo Aguieiras

    • clecio says:

      ,Guando voce anda armado,meu professor de tiro dizia,voce se transforma num cara grande de um metro e noventa,grande de braços fortes.Eu até então nunca levei éssa opinião muito a sério…mas tive uma experiencia enteressante…um dos funcionarios da empresa onde trabalhava adorava tirar uma onda com a minha cara,as vezes ficava desconcertado,certo dia percebeu que eu estava armado e mudou da agua para o vinho.O cara me tratava como se eu fosse o maior machão do pedaço(senti um certo medo no seu gestual,foi absurdamente incrivel.Mas enfim serviu para o meu alter ego e só,não aconselho,não preciso mais da arma,me serviu para uma simples formalidade em um cargo que exercia.Mas aconselho nós entendidos a fazer cursos de auto defesa e buscar uma postura militar,isso impoe respeito e funciona.Agora se voce é um entendido suave e vai defender a causa…no meio de troglodita

  4. Pink says:

    Adorei conhecer um pouco mais do seu universo e o que pensa… Acho que essa é uma boa maneira de quebrar os tabus e diminuir a distância que existe entre heteros e homossexuais… Tenho que admitir, achava que a vida de vcs tinha melhorado, mas me enganei!Beijos e ótimo fim de semana.

  5. Vine says:

    Isso me faz pensar, pq somos perseguidos assim? no sentido religioso; a biblia diz q seus 'escolhidos' seriam perseguidos no fim dos tempos.Porém eu vejo isso acontecer com a igreja evangelica, mas não com a catolica, nem com os espiritas e etc.Quem mais sofre com isto atualmente são os gays, se somos "do demo" então pq não somos bem recebidos por ele ? rs! Ps: "Os gays estão se matando" Quem é burro pra acreditar nisso, nossa! e o pior os brasileiros são!

  6. Vine says:

    Uma pergunta se alguem souber, Como é a questão da homofobia nos outros países ? Principalmente E.U.A, Espanha e nossos vizinho Chile, México, etc !?

    • clecio says:

      vivi na espanha quase 2 anos e 5 meses,europa,Senti que existe preconceito contra os imigrantes,gente que vem de fora…contra negros da nigéria.uma vez peguei um onibus,cidade proxima a barcelona,o motorista foi bem grosseiro com o rapaz negro.Agora para gays femininos é confortante,eles no geral são bem tratados.me falavam que eu tinha cara de europeu então não me sentia incomodado,a não ser uma vez um corredor de cuper estava correndo numa area considerada gay me olhou e cuspiu….mas no geral fui bem tratado,esqueci que existe preconceito,não me preocupava em fazer sexo,não preenxia meu vazio existencial e a solidão.Estava mais ligado no meu sentido espiritual.Agora aqui no brasil não sei se são os tropicos a sensualidade,aqui eu acabo pensando mais em sexo.Lá tem muita gente bunita,mas sem sensualidade,sem aquele misterio que brasileiro tem…

  7. Leandro says:

    Eu não me espanto mais com as reações das pessoas em relação à homossexualidade foi se o tempo que eu ficava pasmo ao saber suas opiniões porque as mesmas vivem em pensamento heterossexismo e acham que podemos ser convertidos e blábláblá, portanto estou blindado a estes pensamentos. Mas você disse uma coisa importante que muitos homos se dedica demais ao sexo e esquece da cidadania. Pode “fuder” (eu disse palavrão) no quarto e se fuder (oops, i did it again) na rua. Sim, sexo é ótimo e cidadania é tão bom quanto, portanto vamos à busca dos dois.

  8. Anonymous says:

    olá , como vai !na quinta-feira passada , me aconteçeu o 10 ato homofóbico , está em uma rua perto de casa , resolvi comprar um refrigerante , entrei em uma lanchonete , fiu até o caixa e pedi o refrigerante , o caixa me olhou como se tivesse visto um bicho , o olhar de nojo , a repulsa que ele sentiu ao me ver , foi assustador para mim , fiquei na minha e esperei ele pegar o dinheiro , mais ele não se mexia até que entre os dentes ele disse :- " coloca no balcão não pego em dinheiro de gente como vc "Dei 2 passoa para trás dei as costas e quando estava saindo ouvi o mesmo sujeito dissendo para outros funcionários da lanchonete :-" olha só um viado ,querendo comprar aqui , essa ração tem que morrer ."não respondi nada fui para casa e por mais que eu estivesse fazendo outras coisa , não consequi esquecer o ocorrido .1: sinto raiva de mim por não ter tomado uma atitude 2 por mais que eu ,não seja totalmente afeminado ( me controlo ) , por mais que eu tenha uma profissão e que eu seja bom no que faço , sempre vou ser julgado por minha sexualidade . 3: será que estou no mundo de hipocricia , será que as pessoas que me dissem bom dia estão na verdade querendo disser , bom dia viado safado . Fiquei muito magoado ,não sabia que passar por este tipo de situação mexeria tanto comigo , já passei por isso antes , mais tirei de letras ; desta vez doeu muito tenho 34 anos , já devai esta preparado para este tipo de situação mais percebi que não .Aqui fica uma pergunta , será que um dia nós homossexuais , seremos vistos pelo que realmente somos ou será pela nossa sexualidade ?Um abraço , o blogger e otimo parabe´ns ps: otimas fotos , belo trabalho .Marcleimarclei.f@oi.com.br

    • clecio says:

      é um comportamento enraizado na ignorancia,éssas pessoas envelhecem e perdem o sentido da vida,porque não conseguiram enxergar o outro como seu ermão

  9. Papai Gay says:

    Querido Anônimo, se a lei PL122 já tivesse sido aprovada, esse comerciante pagaria uma multa por isso e ainda sofreria consequencias legais. POr enquanto o máximo que você pode fazer é divulgar o nome desse estabelecimento na net para que eu nunca compre nada lá e por sorte, nenhum gay.Vamos boicotar esses lugares. Arruma um monte de gente pra fazer um barulho na frente da loja com cartazes anti-homofia!

  10. Papai Urso do Interi says:

    Papai Gay, basta lembrar das xaropadas via Luciana Gimenez e seu tudo-de-ruim 'Superpop' (ainda bem que vc não foi àquele circo de horrores, rsrsrsrs…). A idéia é sempre a de pegar um homocidadão afetadíssimo ou montado de drag p/ ser esculachado por heteros pretensamente sérios, letrados e mais sapientes em qualquer assunto que qualquer outro… Também me adoece ver TV, até mesmo novelas me dão preguiça (tratam da homossexualidade com a profundidade de um pires)… Sério, Lobão, não se deu conta da bobagem que falou, acompanho de vez em quando o DebateMTV e até onde o conheço ele é nosso ferrenho defensor, totalmente friendly… no mais os 'convidados' são sempre determinados e buscados pela 'produção' destes programas visando um enfrentamento que descamba, em muitos casos p/ a baixaria, cito aqui o nauseante 'Superpop' como exemplo novamente. Vamos desligar a TV e ouvir canções pró-GLBT (Renato Russo,Cazuza,Ney Matogrosso, Cássia Eller,…) estes sim tem algo de útil a dizer à humanidade.

  11. clecio says:

    Em relação ao dourado e dicesar na época do bbb,deu muito o que falar.Eu particularmente torci para o dicesar,mas ….Vi a angélica criticar as atitudes do dicesar e ficar a favor do dourado em um video…na época fazia terapia e dizia.Eu não entendo…porque as pessoas não enxergam o dicesar…O dourado foi o vencedor por um unico motivo,pela frieza e astucia.O gliter do dicesar não colou,Graças a Deus a Eliana considerada a maior apresentadora pelo juri troféu imprensa ,CHAMOUo dicesar pra trabalhar .Éssa sim vai ser uma mãezona de verdade,não é um brilhante falso

  12. Obrigado por compartilhar seus pensamentos. Eu realmente aprecio seus esforços e estou esperando mais posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *