Por que continuar com esse blog???

Bom galera, como já devem ter percebido, estou há 1 mês sem escrever. Não estou satisfeito com a interação dos leitores. Por dia 300 pessoas entram aqui, vasculham meus pensamentos, e sabe-se lá o que mais: Se copiam, se me xingam, se me adoram, me odeiam ou simplesmente não se importam. Pois bem, dessa vez vou continuar aqui caladinho até ter um retorno de vocês.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

35 Responses to Por que continuar com esse blog???

  1. mano. eu sempre copio e boto o link pras pessoas. Mas na verdade eu tenho o meu blog pessoal para mim mesmo, para ler as coisas q eu acho interessante (dessas q eu copio) e para lembrar das coisas q eu pensava… e acaba sendo super legal ver como eu estava revoltado por isso ou aquilo. … anyway. o meu blog eh pra mim… e o seu?

    mua mua
    Leo

  2. Patrícia says:

    Puxa, me desculpe sabe, eu sempre entro aqui e leio seus pensamentos mas nunca comento, sei lá pq…

    Sei q é chato qdo as pessoas não nos dão um feed back…Fique caladinho não, seus pensamentos são tão bons de ler..

    Bjs

  3. Por favor, não termine o blog!!! fique!!! Realmente a internet não é fácil, especialmente com a onda fundamentalista religiosa que vivemos no Brasil mas não podemos nos render a ela e nem a tudo o que eles querem. Se você sair, estará dando aquilo que eles querem. Por isso, por todos que admiram seu trabalho neste blog, no facebook, twitter, fique.

    • admin says:

      Realmente. Essa onda evangélica é absurda e mundial, tem horas que cansa, mas o que anda me irritando é entrar aqui e apagar um monte de spams e nenhum comentário novo.

  4. Leon says:

    Não desista do seu blog, papai gay!
    Inúmeras foram as vezes que sua opinião me ajudou a formar as minhas, e seu conhecimento me ajudou a conhecer o mundo que vivemos. Suas postagens podem ser esporádicas, quase raras, mas são sempre de grande importância nos meus dias!
    Não desiste do blog. Você é um escritor e tanto.
    Abraços,

    • admin says:

      Essa é a vez que ficou mais espaçada, um mês inteirinho. Procuro atualizar uma vez por semana. Vamos ver se me empolgo de novo…

  5. Caco says:

    Mau, cê tá assim por que as pessoas não comentam? Mas o importante é que é bem acessado, ou seja, as pessoas gostam, porque visitam. E mesmo se não tivesse tantos acessos, os poucos que o leem já vão ter valido a pena.

    Acho que muitos tem a preguiça de comentar, porque o sistema de comentários tanto do Blogger quanto do WordPress ainda não é muito prático. Use mais o Twitter, o Face, que é onde as pessoas estão mais ativas. Hoje em dia o público da internet busca isso: instantaneidade. Às vezes um “RT” ou um “Like” vale mais do mil palavras, rs.

    Eu quase não comento, mas sempre estou por aqui, de olho nas suas campanhas e pensamentos.

    Beijos!

    Caco

  6. Caco says:

    Ah, eu falei pra você usar mais o Twitter e o Face no sentido de divulgar o que escreve aqui no blog!

  7. Cyber says:

    Creio que o que o Senhor precisa é entender o que se passa com o senhor, o que lhe importa mais receber milhares de comentarios, ou expressar suas ideias; eu costumo visualizar varios blogs, não mentirei dizendo que sou um leitor assiduo do seu blog, creio que muitas pessoas entram como eu, passam até concordam com muitas ideias porem não se sentem a vontade de expressar, mais não se sinta mau, palavras nunca são perdidas, mesmo que somente meia duzia de pessoas as escutem e façam delas ensinamento para a vida, quem sabe cada um deles consiga comover mais meia duzia, e assim por diante, sei que é chato uma mudança lenta, porem ela é melhor do que mudança nenhuma.

    PS: Espero que minhas palavras tenham ajudado em algo.

    • admin says:

      Não me importo com milhares de comentários. O que me interessa é ter um feedback para justamente me guiar. Não quero ser o chato que só reclama aos 4 ventos!

  8. Cyber says:

    Sem problemas todos temos esses momentos, não ter reconhecimento é chato, parece que não estamos sendo ouvidos, mais olhe os comentarios desse topico, temos aqui pessoas que acompanham o trabalho que o senhor fez em seu blog e que ja se inspiraram com aquilo escrito pelo senhor

  9. Grazieli says:

    Eu, particularmente A-D-O-R-O seu blog e seus posts também, você escreve muito bem e é um cara de personalidade e que luta pelo que acredita, parabéns e não pare de postar, please! hhehehe

  10. Cara… já não me importo com isso não; passou pela minha cabeça, eu escrevo. Se lêem e não respondem, não ligo mais. Preciso é desabafar.

  11. Cristiano says:

    Lhe daremos esse feedback então, mas não nos abandone!

    Bejao

  12. Igor says:

    Não deixe de escrever!

  13. Xandy says:

    Um botão Curtir nos posts certamente aumentaria o feedback, se quiser eu te passo um plugin do WordPress.

  14. Eduardo says:

    Os comentários são muito importantes mesmo. É o que dá ânimo de qualquer blogueiro. Eu não sei os outros – falarei apenas de mim-, mas você escreve tão bem e com tanta certeza do que diz, que fico envergonhado de não acrescentar nada à discussão e acabar falando o óbvio – e pensar que algumas vezes esse óbvio faz tanta diferença.

    Espero que continue. Prometo que comentarei sempre que puder e o divulgarei aos bem aventurados de coração- ah, como odeio revelar meus tesouros. uahauah

    Bjão!

  15. Henrique says:

    Por que continuar com esse blog? Porque eu tenho 15 anos, moro em uma cidade do interior, e há alguns meses assumi para todo mundo que sou gay graças, em parte, à esse blog que me ajudou muito na minha fase de auto-aceitação. Espero que continue escrevendo, pois, TODOS OS DIAS, quando abro o navegador, uma das primeiras coisas que faço é entrar aqui para ver se há algo de novo. Eu concordo com você, pode ser egoísmo entrar aqui, ler, concordar (ou não) com o que está escrito, e sair sem nenhuma resposta, mas saiba que eu estarei aqui sempre esperando pelas suas postagens e, prometo, que a partir de agora, sempre responderei à elas. Não estou dizendo que é uma responsabilidade ou obrigação sua escrever no blog, porém, acredito que suas palavras inspiram confiança em muitas pessoas e seria um desperdício não compartilhá-las. Quem me dera ter o dom da escrita, facilidade em expressar meus pensamentos. Não desperdice seu talento! Por favor, continue com o blog. Espero resposta.

    • admin says:

      Nossa, é exatamente por causa de gente como você que escrevo. Adoraria ter acesso a algo parecido na minha adolescência. Quando penso em parar é porque me sinto sozinho, falando pro vento. Certamente a interação maior dos leitores me dará ânimo. Já está funcionando. Você está me inspirando. Chegou sua vez de retribuir o que esse blog te deu. Bjos e continue por aqui.

  16. Felipe says:

    Olha, não sei se o objetivo do meu comentário é: Continue escrevendo. Mas mostrar que o seu blog e o consequente contato com você fez uma grande diferença na minha vida. Há mais de um ano atrás mais ou menos entrei em contato com você pelo blog e falei de várias coisas da minha vida, inclusive da minha namorada… Daí você me respondeu e adivinha! Ela leu tudo no meu e-mail e não me disse nada. Depois de muitos meses ela veio me falar que já sabia o que eu sou e o que eu sentia e o quanto ela me amava por tudo que nós tínhamos vivido e estávamos passando. Ainda estamos juntos e felizes. Não sei se você sabe o quanto fez por mim e faz por nós. Estamos bem e você parando ou não de escrever não vai mudar muita coisa na minha vida, na minha relação. Porém me pergunto: “Quantos mais ainda podem ser atingidos pelas mensagens aqui postadas?” As pessoas podem não interagir tanto, mas estão aqui, acompanhando os seus pensamentos e refletindo sobre tudo isso. É isso. Abraço!

    • admin says:

      Nossa, que bom ouvir vocês. É muito louco saber dos desdobramentos do que eu escrevo. Mas, toma mais cuidado com sua senha de emails! rs

  17. Jussara says:

    Por que continuar com esse blog? Por que é importante, suas opinões são mais que relevantes, inteligentes e bem articuladas. Fico meio culpada, sempre leio e quase nunca comento – acho que você disse tudo e não quero ser reduntante, a partir de agora darei pelo menos um “oi”.
    bjs
    Jussara

  18. Mauro says:

    Olá
    Assim como os demais que comentaram, sempre dou uma passadinha por aqui pra ler suas postagens. Está nos meus favoritos.
    É interessante saber que você estava se sentindo assim. Já fiz alguns comentários em outras postagens, mas em alguns momentos até deixava de escrever porque ficava pensando que você talvez ficasse de saco cheio com tantas opiniões.
    Estranho como nós imaginamos uma coisa e passamos a agir em função dela, né?
    Suas reflexões são bacanas, e como vários mencionaram, importantes.
    Hoje os canais de acesso a informação estão mais disponíveis, mas mesmo assim, perceba como seu blog tem sido fonte de inspiração e de conhecimento para muitos.
    Abraços

  19. Gilberto says:

    Suas idéias são incríveis, me identifico muito com seus relatos da vida, tenho só 22 anos, muitos medos e angustias ainda me rodeiam, meu namorado é bem mais velho que eu tem 40 anos, você tem uma personalidade muito parecida com a dele, pelo menos no que escreve; o que você escreve me ajuda a entender o que ele tenta me passar sobre a vida, todo o preconceito que ele já vivenciou (digo ele, porque não assumi minha condição sexual, principalmente por não ter como me sustentar e por medo de ser rejeitado pela minha família, não quero ser um peso na vida do meu namorado, já já termino a faculdade e aí nada mais nos impede) e a luta diária que é ser gay nesse país. Já vi você comentando sobre morar em outro país, também já pensei seriamente nisso, mas penso que temos que ficar e lutar por nossos direitos, por isso te peço extremosamente que não deixe de usar essa arma tão poderosa que é a internet, ao menos estará ajudando jovens como eu que um dia também se tornarão papais gays. Te admiro muito pela coragem!

  20. Andre Santos says:

    Oi, sou o André de S.P e achei teu blog na rede hoje, comecei a ler e não parei,gostei muito dos teus pensamentos e a forma como compartilha, não vai embora não! rsrs

  21. Xandy says:

    Aguardando próximo post 😛
    Desculpa pelo outro comentário, ficar programando e trabalhando com estatísticas faz isso com as pessoas…

  22. Leonardo Vergueiro says:

    Conheci seu blog após ouvir uma entrevista sua e de seu filho no programa de rádio CBN Mix Brasil, do qual sou ouvinte assíduo. Sim! Ainda ouço rádio nos domingos à noite. Foi muito legal na segunda-feira seguinte quando visitei o seu blog. Vi vários posts, porém minha atenção se fixou no tom conclamatório daquilo que escreve. Eu fico aqui no meu cantinho, quieto e mudo às vezes, mas sempre disparo uns “torpedos” contra aqueles que difamam nossa condição existencial de gays. Confesso que visitei regularmente o blog, mas só hoje li esse post e me senti em dívida com você, pois sua audácia e providência ao manter esse blog já são motivos suficientes para sermos, nós seus leitores, extremamente gratos a você também em atos. Quem escreve quer ser lido. A discussão é que com certeza absoluta enriquece nosso pensamento. Vou lhe ser mais solícito naquilo que nos pede: interação. Grande abraço e, por favor, ainda que a frequência das postagens diminua (até por demandas pessoais muito legítimas) mantenha o blog. Precisamos de ANJOS como você que portem boas-novas sempre!

  23. Rodrigo says:

    Não pare! Esteja sempre que der aqui. Muitos precisam de você !

Leave a Reply to Rodrigo Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *