Grande vitória! Casamento deixa de ser entre homem e mulher apenas!

A Suprema Corte Americana julgou hoje INCONSTITUCIONAL o DOMA (Defense of Marriage Act) que definia como sendo casamento apenas entre um homem e uma mulher. Que boa notícia, né? Por causa dessa maldita lei sancionada pelo então presidente Bill Clinton, que se diz arrependido hoje, milhares de casais LGBTs não eram reconhecidos a nível federal nos Estados Unidos. Ou seja, eram cidadãos de segunda classe, pagando seus impostos e não tendo os mesmos benefícios perante a lei. Era uma covardia! Uma afronta à dignidade LGBT de todos nós.

É muito gratificante poder divulgar essas notícias humanas, sociais e justas. Me dá um prazer imenso estar vivo nesse período. Só em pensar que muitos dos que me antecederam, lutaram, lutaram e lutaram e não chegaram nem perto de ver esses avanços. Oscar Wilde, tadinho, foi preso por ousar viver esse amor tão condenado em sua época. Harvey Milk, assassinado ainda no seu mandato, quando tinha tanta coisa ainda por fazer… São tantos os guerreiros que não estão entre nós para celebrar esse momento histórico que me envergonho de não saber citá-los nesse post. É triste que não tenhamos aulas sobre nossos heróis, sobre a homossexualidade e sua trajetória no mundo. Até no ensino, querem nos calar. Espero que isso mude, que meus netos possam estudar a vida desses nobres “ativistas” que deram suas vidas por um mundo sem homofobia.

Quanto a mim, só posso ficar feliz, esperava esse avanço ansioso, tenho um filho americano que já completou 21 anos e pode pedir cidadania pra mim, mas como tenho um namorado/marido, nunca levei adiante, com seriedade isso, pois teríamos que nos separar. Agora não! Com os benefícios federais adquiridos com essa decisão do Supremo americano, reformas nas leis de imigração não tardarão, e minha família poderá continuar unida, forte e saudável. Eram essas tecnicalidades que estavam em jogo, e por isso essa lei se tornava tão preconceituosa. No meu caso se eu fosse heterossexual não teria me deparado com essa questão, casaria com minha esposa e ela receberia o green card. Agora posso casar com meu esposo e ELE receber o green card, ou seja, direitos IGUAIS. Me sinto bem, me sinto IGUAL, me sinto mais cidadão do mundo, hoje. Começo novamente a acreditar na humanidade e no futuro, tanto fora do meu país quanto dentro. Aqui, finalmente começamos a acordar para os absurdos que falsos cristãos vêm pregando. Estamos lutando para tirar o pastor Marco Feliciano, e outros tantos que nos envergonham e vamos conseguir. A população brasileira finalmente acordou e foi às ruas exigir seus direitos, junto com os LGBTs que já estavam “acordados” há muito tempo! Hoje tenho a certeza de que estamos avançando. Que vamos um dia passear de mãos dadas no parque, que vamos ouvir de religiosos seus pedidos de desculpas, que não teremos mais adolescentes se matando por não conseguirem suportar mais o bullying nas escolas, que nenhum pai ou mãe diga que não gostaria de ter um filho gay, que nosso amor seja visto como sagrado, que ao chamar meu marido de gato ninguém arregale os olhos, que eu não escute mais diariamente alguém usar a palavra viado pra ofender, que as crianças possam usar a cor que quiserem, ou seja, que seremos IGUAIS!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
This entry was posted in amor, criminalização, homofobia, igreja, papai gay, Pensamentos, preconceito, projeto lei and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

One Response to Grande vitória! Casamento deixa de ser entre homem e mulher apenas!

Leave a Reply to Ricardo Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *