Brasil, o país que expulsa os gays!

Como eu disse, só retomaria o blog depois que abandonasse o Brasil. Dito e feito. Saí, ou melhor, fui expulso. Sim expulso! O país está literalmente expulsando os gays. Não dá pra morar em um lugar onde 44% dos crimes por motivações homofóbicas acontecem, onde temos a grande possibilidade de eleger uma evangélica que enche a boca pra dizer que casamento só entre um homem e uma mulher, onde matam-se adolescentes gays e enfiam bilhetes em suas bocas com os dizeres: vamos exterminar essa praga, onde existe uma Bancada Evangélica em um Estado que deveria ser laico, onde nem em Ipanema se pode andar de mãos dadas, onde não se criminalizou a homofobia ainda, onde nada avança e muitas vezes ainda retrocede, como é o caso da inflação, simplesmente pra mim tinha dado já. Minha paciência havia se esgotado.

Podem dizer que eu fugi, que eu abandonei a causa, que eu sou fraco, o que for, mas eu não aguentava mais. Não aguento ainda, pois pessoas que eu amo ainda estão nesse país, onde manifestantes são chamados de vândalos para influenciar a opinião pública e adormecer, por sei lá eu mais quantos anos, “o gigante” que entrou em coma de novo. Não dava mais. Não tinha mais estômago para ver todo dia um gay assassinado e ser ignorado nos jornais, como se suas vidas fossem inferiores. É um descaso total com a população LGBT. É feio de se ver tanta alienação, tanto de quem tá no poder, quanto da população que já nem se importa mais.

Só pra vocês terem uma ideia, aqui eu nem tranco a porta da minha casa. Ninguém tranca! Nem carro, nem nada. As pessoas não andam assustadas, não precisam esconder seu celular na rua, nem pensam que serão assaltadas, pois muito provavelmente não serão. Consigo respirar melhor aqui, até o ar é mais leve. A vida é mais leve. As pessoas se cumprimentam! Não te perguntam o que você está olhando, ou se você as achou bonita, elas sorriem pra você. Te cumprimentam, te dão bom dia,e esperam a resposta! São educadas! Não passam na sua frente sem pedir licença. Ah! Quanto temos que aprender… Enfim. Como prometido está reativado o meu blog. E pra comemorar deixo o link da minha entrevista que dei ontem para o IG onde falo o porquê de ter deixado o Brasil, e ainda dou meus pitacos sobre o assunto do momento, que é o relacionamento entre pai gay e filho hetero da novela Império. Vale o clic! E deixe seu comentário. Quero saber de vocês!

blog

http://igay.ig.com.br/2014-09-24/pai-gay-contou-a-verdade-para-filho-aos-8-anos-e-aconselha-conte-na-infancia.html

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

5 Responses to Brasil, o país que expulsa os gays!

  1. Wellington says:

    Ñ vivi todas essas maravilhas q vc cita quando fui fazer intercâmbio no EUA! Pelo contrário, o q mais senti foi a indiferença e o descaso que tratam uns aos outros! Claro q é milhões de vezes mais seguro q aqui, mas mesmo assim, ainda tem a sua parcela de perigo. Senti saudades dos seus posts! E se eu pudesse, tbm me mudaria!

    • admin says:

      Não é em todos EUA que você encontra essa civilidade toda. Tem que buscar cidades menores mesmo. Que ao contrário do Brasil possuem total infra estrutura.

  2. Foxx says:

    queria poder ir embora também
    se dependesse somente de mim eu ia embora com certeza
    fugiria do mesmo jeito que vc.

  3. Fábio says:

    Fiquei curioso: você se mudou com seu filho para os Estados Unidos. Como fica a privacidade de cada um de vocês? Como cada um lida com essa coisa de relacionamento, levar namorado/namorada pra casa?
    Pergunto isso porque tenho 39 anos e depois que saí de casa (há 21 anos) não consigo nem imaginar como seria morar com meus pais novamente.

    • admin says:

      A gente não trás pra casa, moramos em um estudio que não tem divisão, então não traríamos pra casa nem que fossemos heteros. Enfim,normal, acho que quando tivermos morando em quartos separados, ele poderá se sentir mais à vontade pra isso, e eu sou casado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *